Alckmin entrega obras de restauro do Castelinho da Rua Apa

0
278

castelinho_rua_apaO governador Geraldo Alckmin entregou na quinta-feira, dia 6 de abril de 2017, as obras de restauro do Castelinho da Rua Apa, imóvel construído no início do século XX, que ficou cerca de 50 anos abandonado, período em que sofreu séria degradação. O imóvel, cedido desde 1997 ao “Clube de Mães do Brasil”, uma ONG que atende crianças, cidadãos em situação de rua e dependentes químicos, faz parte da primeira ocupação urbana do bairro de Santa Cecília, na capital.

As obras foram totalmente custeadas com recursos do Fundo Estadual de Direitos Difusos (FID), gerido pela Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania, mediante convênio firmado com o Clube de Mães no valor de R$ 2,8 milhões. “A cidade de São Paulo ganha o Castelinho totalmente restaurado e o Clube de Mães, um espaço para desenvolver um trabalho belíssimo de capacitação e atendimento social”, destacou o governador.

O imóvel, de dois andares, é tombado por órgãos de preservação por sua relevância histórica, cultural e arquitetônica. Localizado na esquina da rua Apa com a avenida São João, é um dos poucos imóveis remanescentes do início do século passado que reflete a realidade da belle époque paulistana e faz parte do processo de revitalização do centro da capital.

Sua trajetória foi caracterizada por diversos momentos. Residência da tradicional família Guimarães Reis, que, também proprietária do luxuoso “Cine Teatro Broadway”, localizado na mesma Avenida São João, teria promovido o Castelinho como espaço de interação social por meio dos badalados eventos por ela oferecidos. No final dos anos 30, ganhou fama de mal-assombrado com o mistério do assassinato da família proprietária: a mãe e os dois filhos foram encontrados mortos no prédio.

Após 20 meses de reforma, o “Castelinho” permitirá ao Clube de Mães – organização não-governamental que promove atividades de cunho social, educacional e cultural, atendendo a crianças, cidadãos em situação de rua, dependentes químicos e catadores de papel – ampliar suas atividades, oferecendo formação profissional por meio de ateliês de confecção de artesanato e artigos de moda.

Sem comentários

Deixe uma resposta