Comércio de São Paulo abre para atender o público que não gosta de carnaval

0
174

O comércio da cidade de São Paulo abriu as portas hoje (15), segunda-feira de carnaval, para atender aqueles que não gostam da festa.

Foi o caso da videolocadora 2001, que promoveu, inclusive, pacotes para estimular a locação de filmes no feriado. “Muita gente levou mais de dez filmes para ver em casa alegando que não queria saber de carnaval”, afirmou a subgerente da videolocadora 2001, Maria Augusta Kobe.

Segundo ela, o movimento maior foi o do sábado (13), quando os clientes aproveitaram a promoção para alugar mais filmes e devolver apenas na Quarta-feira de Cinzas (17). “Hoje, o movimento está mais fraco, entraram umas 20 pessoas na loja.”

Na Livraria da Vila, na Vila Madalena, a loja ficou lotada no sábado (13) e no domingo (14), mas hoje menos pessoas procuraram o estabelecimento. “Tivemos atividades para as crianças nos dois dias. Hoje, o movimento está um pouco menor”, disse a vendedora Cida Saldanha.

De acordo com ela, é parte da política da loja abrir nos feriados. “Queremos ser uma opção para o paulistano que não foi viajar.” A procura maior por livros se deu antes do feriado. “Muita gente comprou antes para aproveitar para ler agora.”

A vendedora de uma galeria e molduraria, também na Vila Madalena, Eliane Eduardo, contou que tanto hoje quanto no sábado o “movimento foi sossegado”.

Agência Brasil

Sem comentários