TV Cultura comemora o Dia das Crianças com programação especial

0
252

Teatro_Ra_Tim_Bum_08_08_06_Borboleta_Sem_Asas_Foto_Jair_Bertolucci_1

 

O Dia das Crianças na TV Cultura, no domingo – dia 12/10 – começa às 8h e termina às 20h, com uma intensa programação infantil voltada para diversas faixas etárias.

A garotada já desperta, às 8h, com o Teatro Rá Tim Bum apresentando a peça Borboleta sem Asas. A história trata de preconceito e intolerância contra deficientes físicos de maneira leve e divertida. Quando uma borboleta nasce sem asas, três borboletas maldosas tripudiam por ela ser assim, mas há uma série de aprendizados. A narrativa é interrompida por clipes musicais com temas de cada personagem.

O Viola, minha Viola, às 9h, traz uma edição especial com duas duplas mirins que são promessas de grandes violeiros e cantadores para o futuro: Lorena & Rafaela e João Vitor & Isaac. Inezita Barroso mostra ainda um pequeno histórico de violeiros que estrearam ainda crianças e adolescentes no palco do programa, que conta ainda com a presença da dupla Irmãs Barbosa. Elas começaram meninas no rádio e na televisão.

Um Dia de Criança, com a Palavra Cantada, é a atração das 11h e é o dia que toda a garotada gostaria de ter. Uma ficção com muita diversão e música, e um elenco com artistas e mais de 170 crianças. Elas vivem um dia repleto de aventuras e fantasias com a família, intercaladas por oito clipes musicais de composições de Paulo Tatit e Sandra, do Palavra Cantada, mais canções de brincar e de ninar. Os clipes são Oras Bolas, Rato, Fome Come, Criança não Trabalha, Pindorama, Eu, Sopa e Boa Noite.

Na esteira da música, às 16h é a vez de Hélio Ziskind e a Turma do Cocoricó no especial Show no Paiol.

O Teatro Rá Tim Bum volta às 16h, dessa vez com peça Todo Bicho Tudo Pode Sendo O Bicho Que Se É. Tudo começa quando três amigos resolvem correr atrás de seus sonhos impossíveis. O pavão Inácio quer ser um gato, o pombo Lavolho almeja ser um pavão e a passarinha Aninha sonha em voar como um pássaro grande. Eles vão atrás dos sonhos, mas as coisas não saem como pensavam. Ao encontrarem um professor, este faz com que cada um reflita sobre o que quer e os faz perceber que com treinamento e vontade cada um pode ser o que gostaria.

A turma do Paiol chega às 17h com Cocoricó conta Clássicos. O garoto Júlio e a turma da fazenda mais divertida do Brasil interpretam alguns clássicos infantis, deixando-os com uma roupagem mais brasileira. Com a proposta de integrar as histórias à cultura do nosso país. Belalica e Ditofera conta a história de A Bela e a Fera, conto francês. Logo depois, às 17h15, tem Cocoricunda de Notre Dame, versão infantil do clássico O Corcunda de Notre Dame, de Victor Hugo.

As novas gerações também têm espaço garantido. O Repórter Eco, no ar às 17h30, discute o futuro da educação e procura entender como as crianças enxergam a vida, que tipo de informação possuem e qual suas opiniões sobre questões éticas, de cidadania e meio ambiente. Uma matéria sobre Wellington Nogueira, criador dos Doutores da Alegria no Brasil, e a importância do espaço de brincar para o desenvolvimento saudável são outras reportagens dessa edição dedicada ao público infantil.

O jornalístico Matéria de Capa entra às 19h30 com a pauta Dinossauros, Nova Teoria.

Com um musical, às 20h o Metrópolis encerra a programação voltada para as crianças, apresentando a banda Pequeno Cidadão, formada por Edgar Scandurra, e os filhos adolescentes.

Sem comentários

Deixe uma resposta